Vamos vencer esse momento juntos!

Neste tempo de incertezas, continuamos cuidando dos seus investimentos. Reunimos aqui as principais dúvidas que recebemos sobre a turbulência no mercado e sobre como estamos enfrentando essa crise. Confira aqui!

Vencemos Juntos: um valor Magnetis

Nossa missão é ajudar as pessoas a investir no que realmente importa. Por isso, nosso maior investimento neste momento é no bem-estar de todos.

Mudamos nossa rotina (estamos 100% em casa), mas seguimos cuidando dos investimentos de nossos clientes. 

#VencemosJuntos é um dos nossos valores. Reconhecemos que todos estão fazendo escolhas difíceis e que isso terá um impacto significativo, mas acreditamos que essas escolhas são necessárias agora.

Para estimular outras empresas a adotarem medidas preventivas, iniciamos no Brasil em parceria com a Endeavor o movimento #StoptheSpread, um que já foi assinado por mais de 600 líderes de empresas brasileiras (clique aqui para saber mais).

A resiliência é parte da nossa estratégia de investimentos e ela protege nossos clientes em momentos de crise. Por isso, estamos focados em tranquilizar e explicar o que você pode aprender com o momento atual. Estamos juntos nessa!


as dúvidas mais frequentes que estamos recebendo

1 Por que a bolsa de valores caiu tanto?

A pandemia do novo coronavírus Covid-19 está afetando os investimentos no mercado financeiro como um todo, desde a bolsa de valores até a renda fixa.

Mas a melhor atitude é não se desesperar com as notícias.

Há muita informação sendo divulgada e isso pode atrapalhar na hora de tomar uma decisão sobre seus investimentos. Nosso CEO, Luciano Tavares, explica mais detalhes no vídeo a seguir. Confira:

 

2 O que é circuit breaker? 

Nos últimos dias, a bolsa de valores viveu momentos inéditos na sua história. O mecanismo de circuit breaker foi acionado cinco vezes em duas semanas.

Quando essa trava é ligada, o sistema da bolsa paralisa as negociações para que as pessoas se acalmem e não tomem decisões no calor do momento.

Aqui está um resumo do que aconteceu nas últimas vezes em que o circuit breaker foi acionado:

  • 1ª vez: dia 9 de março, quando o Índice Bovespa caiu 10% por conta do derretimento no preço do petróleo. O Ibovespa encerrou o dia em queda de 12,17%;
  • 2ª vez: dia 11 de março, quando a OMS classificou o coronavírus como pandemia. A queda também foi superior a 10% durante o pregão, mas os negócios fecharam em baixa de 7,6%; 
  • 3ª e 4ª vezes: dia 12 de março, quando houve 2 paradas seguidas por conta do cancelamento de voos entre EUA e Europa. A bolsa chegou a cair quase 20% e acionar a 3ª trava no mesmo pregão. No entanto, o estresse diminuiu ao longo do dia e os negócios fecharam em baixa de 14,78%; 
  • 5ª vez: dia 16 de março, quando o Ibovespa abriu os negócios em queda de mais de 10% após o Banco Central dos EUA mostrar preocupação com os efeitos econômicos da pandemia;
  • 6ª vez: no dia 18 de março, houve uma parada na primeira metade do pregão. No dia anterior, foram anunciadas as primeiras mortes por coronavírus no Brasil. 

É verdade, a bolsa vem caindo bastante desde o início do ano. Mas ela tem total capacidade para se recuperar. No entanto, isso pode levar algum tempo.

Aqui estão alguns links para você entender mais detalhes sobre o que está acontecendo no mercado:

 3 E quanto à renda fixa? 

A renda fixa está sofrendo com a corrida pela liquidez, um efeito colateral dessa turbulência.

Muitas pessoas (e até empresas) estão sacando esses investimentos para financiar despesas do dia a dia. Também há aqueles que resgatam para investir em outras aplicações.

Isso faz com que a performance desses investimentos caia temporariamente, pois há uma demanda por saques muito maior do que a quantidade de novas aplicações.

Porém, um efeito positivo é o seguinte: quem pode fazer novas aplicações está encontrando taxas de rentabilidade bem mais convidativas.

4 Qual é o impacto para a Magnetis?

As Carteiras Magnetis também estão sofrendo com o impacto da pandemia no mercado. No entanto, nossa estratégia é pensada justamente para amortecer quedas em momentos de crise.

No vídeo a seguir, você o comportamento histórico da Carteira Magnetis 3 - a que a maioria de nossos clientes possui - ao longo dos últimos anos (confira neste link como fazer a comparação na sua própria carteira).

 

 

5 O que estamos fazendo sobre isso?

As Carteiras Magnetis estão sempre em processo de atualização para oferecer a melhor experiência para você.

Recentemente, fizemos uma modificação nas Carteiras 2, 3, 4 e 5 que reduz a sua dependência da bolsa de valores. Isso deixa essas carteiras menos sujeitas ao sobe e desce do mercado e traz mais segurança para os seus investimentos.

Vale ressaltar que essa modificação já estava programada, independente do momento do mercado. Essa, aliás, é uma das principais bases da nossa estratégia: buscar o melhor retorno sem expor seu dinheiro a riscos desnecessários.

Por isso, não tomamos decisões baseadas em movimentos momentâneos do mercado. Isso ajuda a blindar você de tomar decisões equivocadas e ter prejuízo.

6 Como fazemos essas mudanças?

Por meio da nossa estrutura de fundos exclusivos, conseguimos fazer mudanças em nossas carteiras sem que você tenha que resgatar dinheiro para aplicar em outros produtos. Esse modelo oferece diversos benefícios:

  • custo mais baixo: você não precisa pagar novas taxas ou impostos;
  • sem trabalho adicional: você não precisa se preocupar em nenhum momento. Nós estamos cuidando de tudo para você!
  • blindagem emocional: você evita decisões precipitadas e fica mais confortável com seus investimentos;
  • sua carteira sempre atualizada: independente do cenário, estamos sempre otimizando sua carteira para que ela ofereça o melhor resultado para você.

7 Como atualizar minha carteira?

Quando você faz aplicações adicionais na sua Carteira Magnetis, ela já fica automaticamente atualizada.

Por isso, a sua única tarefa nesse momento (e também nos demais) é manter o foco nos seus objetivos e seguir com o plano de investimentos que foi desenhado para você.

8 Devo comprar ou vender ações?

Pela nossa experiência em crises passadas, a decisão de comprar ou vender por mera especulação oferece muito mais risco do que possibilidade de ganho para você.

É por isso que não trabalhamos com uma visão individualizada sobre os investimentos da sua carteira. Pelo contrário, cada ativo é escolhido de modo a complementar a função dos demais:

  • a renda fixa serve para proteger seu capital;
  • as ações brasileiras e internacionais buscam maximizar seu retorno;
  • os fundos multimercado servem para deixar sua carteira menos sujeita ao sobe e desce do mercado.

É essa a base da estratégia que nos permite proteger o seu patrimônio, fazendo com que seu rendimento caia menos em tempos de crise e ofereça bons resultados no longo prazo. 

9 O que houve em crises passadas?

Uma situação parecida com a que estamos vivendo hoje aconteceu em maio de 2017 (dias antes da delação da JBS). Na época, as pessoas reclamavam quando recomendávamos renda fixa para as suas carteiras.

Porém, quando a bolsa entrou em circuit breaker, muitas pessoas nos acionaram para tentar reduzir seus investimentos em renda variável.

Aqui na Magnetis, não antecipamos eventos que podem fazer a bolsa cair, longe disso. O sucesso da nossa estratégia consiste em construir carteiras otimizadas para qualquer momento de mercado.

Por isso, sempre recomendamos investimentos balanceados, independente do que esteja acontecendo.

Se você quiser saber mais detalhes sobre o desempenho histórico das nossas carteiras, basta clicar aqui para baixar a versão mais recente do nosso Relatório Mensal de Resultados.